Minicontos de terror

Por Ricardo Silvestrin – Porto Alegre (1963) – Retirado do livro Contos de Bolso

II

Ele tentou acordar, mas os braços não mexiam, as pernas também não. Os olhos não abriam. Quando acordou, era tarde demais.

III

De repente, no velório, olhando o caixão, ele descobriu que tinha um irmão gêmeo.

One thought on “Minicontos de terror

Deixe um comentário!